Como escolher suas lentes de grau

3 dicas para acertar nas lentes de grau

  • Data do post 8 de novembro de 2018
  • Deixe um comentário 0 comentários

Por que é tão difícil escolher nossas lentes de grau? Por que os preços variam tanto?

Aqui vão 3 dicas infalíveis para você acertar na escolha do seu próximo grau ::)

.

Muitas vezes, comprar novas lentes de grau torna-se um verdadeiro desafio. Difícil conseguir distinguir qual a melhor escolha diante de tantas opções e nomes difíceis oferecidos no momento da compra. Quanto mais informação, mais confusão! Por outro lado, como poderemos conhecer e usufruir das melhores opções existentes se estas não forem oferecidas?

.

O preço final de uma lente tem relação direta com as escolhas feitas nos quesitos TECNOLOGIA, MATERIAL e TRATAMENTOS utilizados na fabricação das lentes de grau. A depender do grau da receita, função de uso dos óculos e expectativas de conforto que você tenha, as lentes poderão ter um custo mais alto ou mais baixo.

.

Como escolher suas lentes de grau

.

Porém, como saber a qual desses quesitos o consultor se refere ao oferecer um produto? Como saber qual destes quesitos é o mais importante para cada caso? Como saber se não estamos investindo mais em algo desnecessário ao invés de priorizar as características mais importantes das lentes?

.

A seguir, iremos te ajudar a familiarizar-se um pouco mais com as principais características das lentes de grau e que interferem no seu custo final, facilitando o seu processo de escolha das lentes ideais ::)

.

MATERIAIS DE FABRICAÇÃO

.

O material de fabricação interfere diretamente na espessura e no peso das lentes. Quanto mais alto o grau, mais grossas e pesadas serão. Materiais especiais de alto índice (como as resinas 1.60, 1.67, 1.74 etc.) ajudam a afinar as bordas das lentes, melhorando o conforto e estética. Se o seu grau for um pouco mais alto (seja miopia, hipermetropia ou astigmatismo) economizar muito neste quesito poderá resultar em lentes muito grossas, desconfortáveis e com alteração no tamanho e formato dos olhos. Portanto, informe-se se seu grau resultará em lentes mais grossas e escolha um material de fabricação que lhe atenda suficientemente bem.

.

TECNOLOGIAS DE FABRICAÇÃO

.

Sobre tecnologias de fabricação, as lentes de grau estão disponíveis nas versões convencionais, digitais (free-form) e digitais-personalizadas. Quanto mais tecnologia envolvida, mais resolução e nitidez você terá, uma vez que essas tecnologias otimizam o desenho do campo visual e minimizam possíveis aberrações na estrutura das lentes. Isso vale tanto para lentes monofocais como lentes multifocais.

.

Para graus mais altos e complexos, essas tecnologias fazem total diferença! Mas caso seu grau seja menos complexo ou o seu nível de expectativa em relação a resolução seja menos elevado, lentes com desenhos mais convencionais podem lhe atender bem em termos de custos benefício, salvando seu budget para um melhor investimento em outros quesitos, como um material mais fino e um tratamento antirreflexo melhor! 😉

.

TRATAMENTOS (antirreflexos, colorações e outros filtros)

.

Uma vez definidos o material de fabricação e o desenho das lentes, é importante definir se as lentes de grau escolhidas terão tratamentos adicionais pois estes interferem diretamente no seu valor final. São os tratamentos que definem grande parte da estética, resistência contra arranhões e nível de transparências das lentes. Pensar na função de uso dos novos óculos é o principal critério para auxiliar na definição dos tratamentos a serem escolhidos.

.

No caso das lentes solares, a escolha da cor das lentes não é a única decisão a ser tomada! Muitos consultores poderão te oferecer, além do filtro UVA e UVB, as lentes polarizadas. Trata-se de um tipo de lente solar, com ou sem grau, que amplia o nível de contraste e nitidez das imagens vistas através das lentes escuras. Você ainda tem a opção de escolher lentes com materiais fotossensíveis, aqueles que clareiam ou escurecem conforme a exposição ao sol. Mas vale ressaltar que estas lentes raramente escurecem ao ponto das lentes totalmente coloridas!

.

Para as lentes de grau incolores, os tratamentos antirreflexo são sempre oferecidos, pois irão auxiliar na transparência, estética e conforto visual. Quanto melhor o tratamento antirreflexo, melhor o seu verniz de cobertura, facilitando a limpeza das lentes e promovendo menos arranhões a longo prazo. Desta forma, você terá lentes mais transparentes e nítidas a longo prazo. Se seus óculos de grau fazem parte da sua rotina e manter suas lentes limpas ao longo do dia é um problema, economizar neste quesito pode não ser a melhor opção! Antirreflexos muito básicos e econômicos tendem a ser menos transparentes, mais frágeis contra arranhões e engorduram com mais facilidade.

.

Como escolher suas lentes de grau

.
Como escolher suas lentes de grau

.

E para quem se expõe às luzes artificiais com frequência (como smartphone, computadores e faróis dos carros por exemplo) existem ainda antirreflexos especiais que também bloqueiam a luz nociva azul, que provocam fadiga visual.

.

O mercado óptico oferece hoje tratamentos para as mais variadas funções: para direção noturna, pós uso das lentes de contato, dentre outros.

/

Esperamos que esse resumo tenha te ajudado a definir um pouco do perfil das suas lentes! Quanto mais informação você tiver, menos chances de sair com dúvidas se realizou um bom negócio na escolha das suas lentes de grau. Um bom consultor óptico é aquele que saberá filtrar de forma simples e honesta, dentre tantas opções existentes, o produto ideal para você, de acordo com as suas necessidades, possibilidades e expectativas ::)

.

Texto por Tais Adami

Técnica em Óptica – Registro COOERJ 19.18.1358-4

Deixe uma resposta