Problemas visuais e suas soluções!

Problemas de visão e suas soluções ::)

  • Data do post 8 de outubro de 2018
  • Deixe um comentário 0 comentários

Entendendo os problemas de visão

.

Miopia, hipermetropia, astigmatismo, presbiopia. Esses nomes relativamente estranhos já fazem ou irão fazer parte da vida de quase todos nós. Essas condições oculares mais comuns, ou ametropias, muitas vezes passam despercebidas ou não provocam tantos sintomas. Porém, a depender do seu avanço, esses problemas de visão podem comprometer muito a qualidade inclusive do nosso dia-a-dia.

.

É importante dizer que miopia, hipermetropia, astigmatismo ou presbiopia não são doenças e sim irregularidades ou imperfeições em nossas estruturas oculares. Essas irregularidades prejudicam a capacidade dos nossos olhos de captar a luz e formar as imagens de maneira ideal, muitas vezes podendo provocar dores de cabeça ou desconfortos maiores.

.

De modo geral, um olho perfeito (emétrope) tem a capacidade de captar e receber a luz refletida pelos objetos exatamente sobre a retina, uma de nossas principais estruturas oculares responsáveis pela visão, localizada lá no fundo do globo ocular. Em seu trajeto, essa luz passa por diversas estruturas que funcionam como nossas lentes naturais, dentre elas a córnea e o cristalino. Quando essas estruturas não apresentam as curvaturas ou os formatos ideais, a imagem não se formará sobre a retina, causando os problemas de visão para longe, perto ou ambas as distâncias.

.

Em seguida iremos explicar um pouquinho as principais diferenças entre cada uma dessas irregularidades, de que forma elas podem comprometer nossos olhos e quais as soluções para acabarmos com esses problemas de visão que temos a nosso favor.

.

MIOPIA

Como já dissemos, em um olho perfeito a luz captada atravessa o globo ocular e forma a imagem sobre a retina. Já em um olho míope, essa luz não chega até o local ideal e a imagem é formada em algum ponto antes da retina. Isso se dá por alguns motivos como o formato do globo ocular mais alongado ou por uma curvatura mais acentuada das nossas lentes naturais (córnea e cristalino).

.

Uma pessoa com miopia possui bastante dificuldade em enxergar objetos distantes, porém enxergam objetos próximos com uma nitidez acima da média! Se a pessoa usa óculos para miopia, sem os óculos ela enxerga ainda melhor para perto.

.

Fatores hereditários e o próprio crescimento das estruturas oculares durante a infância definirão a predisposição de cada pessoa para essa ou aquela ametropia, porém a falta de estímulo a atividades que promovam a visão a longas distâncias podem favorecer o desenvolvimento de uma miopia mais sintomática. Portanto, atenção especial às horas prolongadas diante do computador!

.

problemas de visão - miopia

.

E como resolver o problema?

.

Para se compensar a miopia são utilizadas lentes esféricas divergentes, aquelas que são mais finas no centro e grossas nas bordas e na receita médica são representadas pelo sinal de menos ( – ). Quanto mais alto o grau a ser utilizado, mais grossas serão as bordas das lentes, provocando aquela sensação de “ olhos pequenos” e lentes fundo de garrafa.

.

Existem materiais especiais para a fabricação de lentes mais finas na borda e tecnologias que ajudam a minimizar os efeitos de olhos pequenos. Armações menores em graus mais altos também são mais recomendáveis.

.

HIPERMETROPIA

.

A hipermetropia é a condição ocular oposta a miopia. Neste caso, a imagem se forma após a retina, devido ao comprimento mais reduzido do globo ocular ou às curvaturas mais planas da córnea ou do cristalino.

.

Desta forma, os objetos mais próximos não são vistos perfeitamente. Porém, a depender do grau da hipermetropia, haverá uma dificuldade de enxergar os objetos a qualquer distância, seja longe ou perto.

.

Em muitos casos, principalmente em graus de hipermetropias mais baixos, a acomodação natural do olho humano compensa a falta de nitidez, mas esse esforço de entrar em foco sem a ajuda dos óculos pode provocar fadiga visual e dores de cabeça a longo prazo.

.

Ao nascer, praticamente todo olho é hipermetrope, devido ao tamanho menor do globo ocular. Com o crescimento a tendência é haver uma regularização do tamanho das estruturas oculares, corrigindo essa condição até a fase da adolescência. Mas a irregularidade pode persistir mesmo após a fase de crescimento e a pessoa mantém-se hipermetrope também na fase adulta.

.

problemas de visão - hipermetropia

.

E como resolver o problema?

.

A Hipermetropia é compensada com o uso de lentes esféricas convergentes, representadas na receita médica pelo sinal positivo (+). Quando o grau de hipermetropia é mais alto, as lentes tendem a ser mais grossas no centro, criando aquele efeito de olhos grandes.

.

O uso de materiais e tecnologias especiais na fabricação das lentes minimiza bastante esses efeitos indesejáveis.

.

 

ASTIGMATISMO

.

O astigmatismo é uma condição ocular que pode vir associada a miopia ou a hipermetropia pois acomete as estruturas oculares de uma outra maneira. Curvas diferentes na superfície da córnea ou do cristalino captam a luz de forma difusa, formando a imagem em pontos distintos. A pessoa com astigmatismo possui falta de foco e visão borrada para longe e para perto, além de possuir grande sensibilidade a luz.

.

problemas de visão - astigmatismo

.

E como resolver o problema?

.

Enquanto na miopia utiliza-se lentes esféricas divergentes e na hipermetropia utiliza-se lentes esféricas convergentes, no astigmatismo são utilizadas lentes cilíndricas. Essas lentes são capazes se associar correções em posições diferentes dentro de uma mesma lente, por isso podem compensar diferentes problemas visuais em um mesmo olho.

.

Na receita médica o astigmatismo vem representado no campo cilíndrico pelo sinal negativo (-) e sempre acompanhado pelo eixo. Normalmente, as pessoas com astigmatismo precisam utilizar os óculos em todas as suas atividades do dia a dia.

.

PRESBIOPIA

.

A presbiopia, também chamada de vista cansada, é uma condição ocular que normalmente começa a aparecer por volta dos 40 anos de idade. Isso acontece quando nossas estruturas oculares perdem a capacidade natural de acomodar seu foco para perto, prejudicando a visão em curtas distâncias.

.

A presbiopia também pode vir associada aos outros problemas oculares como miopia, hipermetropia ou astigmatismo e até mesmo pode surgir em pessoas que nunca tiveram problemas de visão em outras fases da vida.

.

problemas de visão - presbiopia

.

E como resolver o problema?

.

A presbiopia é resolvida com lentes simples positivas, quando os óculos forem utilizados somente para leitura, ou por lentes bifocais/ multifocais quando os óculos também forem utilizados para a visão de longe. Nestes casos, é adicionada uma porção a mais de grau na parte inferior das lentes, de forma que seja possível a visão a curta distância com maior conforto e nitidez.

.

Quando somos jovens, nossas lentes naturais realizam essa função de focar para perto sem o auxílio de lentes extra, porém com a idade perdemos essa capacidade e precisamos do auxílio de lentes oftálmicas.

.

Na receita médica, a correção da presbiopia é indicada pelo grau de adição representado pelo sinal positivo (+), combinado com o grau que o paciente já possui para longe.

.

Esperamos que este resumo ajude você a entender um pouquinho mais aquela possível dificuldade de visão que você tem! O mais importante é saber que as ametropias não são doenças visuais e que hoje existem diversos recursos para compensá-las e melhorar muito a nossa qualidade de vida! Lentes de contatos, cirurgias e os óculos de grau estão aí para melhorar a nossa visão, e nos ajudar a ter uma nova forma de enxergar as velhas coisas ::)

.

E lembre-se, quaisquer problemas de visão que comecem a surgir, procure um(a) médico(a)

.

Texto por Tais Adami

Técnica em Óptica – Registro COOERJ 19.18.1358-4

Deixe uma resposta